Como vender mais no Mercado Livre

O Mercado Livre é um dos maiores Marketplaces do país e ele popularizou-se ao permitir que qualquer pessoa realize vendas. Também é um grande e importante canal de vendas para muitos e-commerces. Neste artigo vamos falar sobre como vender mais no Mercado Livre.

No dia 24 de julho, foi realizada a segunda edição do BeCommerce Sellers Day, evento com foco em vendedores do Mercado Livre. A equipe da Doutor E-commerce foi convidada a participar do evento para trazer dicas.

 

BeCommerce Seller Day

Becommerce Sellersday 768x576  768w

O BeCommerce é a maior plataforma de gestão de Marketplace do Brasil. E para esta segunda edição, foram esperadas 1800 pessoas, com três salas simultâneas e 41 palestrantes.

 

Realizado no Centro de Convenções Rebouças, o Seller Day contou com 12 horas de conteúdo, sem interrupções.

 

O BeCommerce Seller Day é o maior evento exclusivo para vendedores do Mercado Livre. Se você trabalha com ML, fique atento nas dicas que vem ai e no evento do ano que vem.

 

Como vender mais no Mercado Livre

Uma das palestras que contou com a apresentação do Co-fundador do Be Commerce, Frederico Flores e da diretora de vendas do Mercado Livre, Júlia Rueff, foi sobre a metodologia de vendas da plataforma e como ganhar relevância dentro dela.

O Mercado Livre, assim como qualquer Marketplace possui milhares de produtos sendo comercializados por milhares de pessoas.

 

Sua loja, então, tem de competir não apenas com outros e-commerces, mas também, com pessoas físicas que dispõe produtos que não querem mais ou que simplesmente querem se desfazer.

Então, como vender mais no Mercado Livre?

 

Justamente pela plataforma aceitar que pessoas físicas ou lojas pequenas realizem suas vendas, as avaliações de clientes e medalhas tornam-se importantes medidores de segurança e confiança para o consumidor novo.

Seguem dicas de como ganhar relevância e vender mais na plataforma:

 

  1. Ficha cadastrada

Preencha 100% da ficha técnica do produto.

Essa área funciona, bem grosseiramente, como um SEO de descrição de produtos.

Além de você ter que deixar completa para os clientes que venham a se interessar pelo seu produto, a descrição completa ajuda ao mecanismo de busca do Mercado Livre a encontrar seus itens.

 

  1. Taxa de conversão

Cada categoria e ticket médio possuem porcentagens diferentes.

A taxa de conversão conta bastante para o ML considerar seu perfil, sua loja, como relevante. Se os clientes não levam seus produtos, o mecanismo entende que há algum empecilho.

Dessa forma, coloque muitas fotos boas do produto, com fundo branco, título chamativo e responda rapidamente às perguntas.

 

A porcentagem de taxa de conversão do seu negócio é um bom indicativo, tanto para os compradores, quanto para a plataforma que seu negócio pode ser recomendado.

 

  1. Tempo de resposta em perguntas

Menos de 60 minutos é o ideal.

Quanto mais rápido as perguntas forem respondidas, melhor. Mas, para um índice de excelência e recomendação.

Automatize as perguntas mais comuns e tenha pessoas especializadas para responder as perguntas mais específicas.

 

  1. Tempo de manuseio

Tempo de postagem do produto, para ser mais específico.

Envie o produto em menos de 24 horas para taxas de excelência.

Um dos grandes equívocos do comerciante online é achar que não precisa ter estoque. Qualquer pessoa que já comprou pela internet sabe a ansiedade que é para ter o produto em mãos.

 

Não ter o produto a pronta entrega ou demorar demais para postagem dele, pode fazer com que a experiência do cliente não seja tão agradável e ele não volte.

Utilize as diversas opções que o mercado oferece: terceirização da logística, mais pontos de coleta, enfim, o que fizer mais sentido para o seu negócio.

 

Leia mais sobre o futuro das entregas no e-commerce.

 

  1. Taxa de reclamação

Ao fazer uma compra no Mercado Livre, aliás, em qualquer site, qual a primeira coisa que procuramos?

Sim, as reclamações.

Na plataforma do ML, o ideal é que a taxa de reclamação seja menor do que 3%.

E esse é um ponto de grande peso para os compradores do ML. Seja reclamações do produto, do atendimento ou da demora das postagens. Tudo é avaliado.

 

Evite trabalhar com produtos problemáticos, mesmo que o lucro dele seja bom. Aquele produto que sempre gera uma devolução, uma reclamação injusta…

Priorize os demais que são o carro chefe do seu negócio.

 

Seja transparente e sempre procure entender a razão da reclamação. Jamais discuta com o cliente tente resolver o problema em questão da maneira mais tranquila o possível.

 

É importante, também, que os problemas sejam resolvidos com a menor intervenção possível do Mercado Livre. Pois, isso prejudica na sua relevância.

 

  1. Taxa de cancelamento

Assim como as reclamações, entenda as razões por trás dos cancelamentos.

O ideal é que as taxas sejam abaixo dos 2%.

Tenha controle de estoque para que não haja problemas no tempo de postagem do produto.

 

E se a categoria do produto for problemática, vá para outra. Probleminhas que dão dor de cabeça para pouca recompensa, além de prejudicar sua relevância dentro do mercado livre, prejudica suas vendas.

 

Conclusão

O consumidor volta a comprar pelo Mercado Livre, pela sua loja especificamente, se a experiência for excelente.

A plataforma, também, indica sua loja se ela for excelente.

Apenas 8,28% das lojas possuem um indicador de excelência. E 0,17% possuem quatro ou mais.

Então, se você quer ser uma loja de excelência e ser recomendado pela plataforma, siga as seis dicas que demos acima e sua relevância vai subir e automaticamente vender mais no Mercado Livre.

Com as taxas de relevância lá no alto, consumidores confiam em sua loja, tem suas dúvidas esclarecidas e fecham a compra do seu produto.

 

Deixe um Comentário

Entre em contato