A internet é uma ferramenta mundial que criou conexão com pessoas e empresas do mundo todo. Graças à internet, também, as compras internacionais se tornaram muito mais simples. Neste artigo falaremos sobre dicas de um e-commerce crossborder de sucesso.

 

Que atire a primeira pedra quem nunca deu uma olhada no ebay ou na amazona sobre compras internacionais porque o preço valia a pena.

Aliás, não precisamos ir tão longe, afinal quem nunca viu uma propaganda do Wish sobre os milhares de produtos disponíveis e os preços tentadores?

 

As transações crossborder estão presentes no nosso dia a dia mais do que imaginamos. Faz uso do Spotify ou da Netflix? Então, são companhias orginalmente do exterior que disponibilizam o serviço em terras brasileiras.

 

O que é crossborder?

A tradução, ao pé da letra, de crossborder é cruzar a fronteira. De maneira simplificada, operações crossborder são operações internacionais. Compras e vendas que não destinam o mesmo país, que necessitam “cruzar uma fronteira” para acontecer.

 

Então, qualquer compra internacional que você fizer, é uma operação crossborder.

 

Durante o evento da Intelipost Connection cujo o foco era o futuro das entregas, foi discutido questão de logística internacional por parte dos Correios, Transações Internacionais e E-commerce Crossborder.

O país ainda realiza poucas vendas crossborder e tem muito potencial de crescimento.

 

Por que fazer operações crossborder?

Ecommerce Crossborder2 300x142

 

Os principais motivos para fazer operações crossborder são: ampliação de mercado e antecipação à concorrência.

Como dissemos anteriormente, as operações crossborder são operações internacionais. Dessa forma, o mercado de consumo do seu negócio não é limitado ao território nacional, mas também ao mundo todo.

 

Os horizontes do seu e-commerce são expandidos, assim como as oportunidades de vendas.

Como estamos falando de Brasil, começar a investir em operações crossborder com países da América Latina e países mais próximos, pode oferecer uma noção das dificuldades e oportunidades para seu e-commerce.

 

Outra grande oportunidade é a antecipação perante à concorrência. Se você comercializa um produto inovador e novo, as possibilidades de venda e de sair na frente da concorrência é maior se suas operações cruzarem fronteiras internacionais.

 

Uma grande vantagem para quem realiza operações crossborder é que produtos exportados não tem imposto. Produtos enviados para o exterior tem desoneração tributária.

 

Isso significa que é possível competir com preços de outros países, uma vez que são os grandes impostos brasileiros que acabam elevando os preços dos produtos.

No entanto, o Brasil é um país que está pouco inserido nas exportações mundiais. Representando apenas 1,2% das exportações do mundo.

E apenas 0,001% das empresas nacionais exportam no Brasil. Ainda é um mercado com grande oportunidades de crescimento se bem planejado.

 

Por que o Brasil exporta tão pouco?

As atividades de crossborder no e-commerce brasileiro ainda são poucas devido ao desconhecimento do processo de exportação. De acordo com dados da CNI / FGV EASP de 2018, as elevadas tarifas por conta de portos e aeroportos é o principal entrave para as operações crossborder brasileiras.

Figura2 266x300  266w

Fonte CNI / FGV EASP de 2018

 

Em segunda posição, observamos a dificuldade de oferecer preços competitivos.

Apesar dos produtos terem desoneração tributária, as grandes taxas de logística fazem com que o preço para o consumidor final não seja competitivo com outros grandes e-commerces internacionais.

 

A taxa de câmbio também é outro fator a ser levado em consideração. Com a desvalorização da moeda brasileira, fica difícil competir com países como estados unidos cujo dólar é forte.

 

Oportunidades

Segundo pesquisas do eMarketer Statista 2018, roupas e sapatos estão nas primeiras posições dos produtos mais comprados no e-commerce no ano passado.

Seguidos por eletrônicos, livros, cosméticos e bolsas.

 

Os setores que englobam a moda estão em crescimento não apenas no Brasil. Aliás, quem nunca comprou ou ao menos pensou em comprar roupas em e-commerces internacionais devido a alguma vantagem?

O brasileiro quando viaja ao exterior aproveita para compras tênis, roupas, eletrônicos e cosméticos de marcas famosas cujos preços estão melhores do que em lojas nacionais.

 

Conseguindo oferecer preços competitivos e planejando a operação, esses são mercados em potenciais para esses ramos.

 

Como trabalhar um e-commerce crossborder de sucesso?

Já fizemos um vídeo abordando o assunto da logística dos correios, que não acreditamos que seja possível trabalhar 100% sem os correios no Brasil, justamente abranger território nacional e locais de difícil acesso à outras transportadoras.

 

E o mesmo equivale para o e-commerce. Diariamente, os correios recebem de 200 a 300 mil pacotes internacionais. E também fazem envios para praticamente qualquer lugar do mundo.

 

Já para pagamentos, é possível se utilizar de facilitadores como EBANX que realiza transações internacionais e facilitou a entrada de grandes e-commerces localizados no exterior para o Brasil.

 

Empresas como EBANX oferecem soluções de pagamento crossborder e métodos de pagamentos novos para outros países. Assim, e-commerces como Aliexpress são capazes de aceitar boletos na forma de pagamento, ao invés de apenas cartões de crédito internacionais.

 

Soluções como essa, oferece oportunidades para e-commerces serem abertos no exterior, mas com mercado focado no Brasil.

Planejar operações crossborder pode ser mais fácil do que parece e pode ser benéfico para diversos mercados.

 

Como qualquer e-commerce a ser aberto, é preciso fazer um planejamento. O grande desconhecimento dos processos de transações crossborder, acima de tudo, se deve à falta de capacitação por parte dos empresários de e-commerce.

Assim como é necessário estudo e um bom planejamento para abrir um e-commerce nacional, é também preciso para realizar operações crossborder.

 

Seleção de mercados à Métodos de venda à Normas e regulamentos à Atendimento ao cliente à Proteção da propriedade intelectual no exterior

É como a nossa operação dos 9 pilares do e-commerce com alguns itens a mais: entender as normas internacionais para não perder dinheiro com operações.

 

O Brasil é um país com grandes possibilidades de melhoria no mercado crossborder, especialmente para e-commerce.

 

Deixe um Comentário

Entre em contato