Principais indicadores de desempenho para o seu negócio

Os principais indicadores de desempenho do seu negócio é um dos assuntos que eu mais lido no meu dia a dia.

E é um dos assuntos que não tenham a merecida atenção. Aliás, não tem a merecida consciência, de fato.

No vídeo que eu falo sobre metas e métricas eu bati forte na tecla sobre métricas que é um jeito de você medir o andar da sua loja.

 

Esses indicadores de desempenho são métricas de acompanhamento para chegar na grande meta.

A principal dica aqui é não apenas ter os números, mas sim, saber o que fazer com eles.

 

Principais indicadores de desempenho

 

Vamos listar aqui os principais indicadores de desempenho que utilizo na minha consultoria.

 

– Quantidade de sessões

Se você não tem visitantes no site, não dá para vender.

Olhe a quantidade de sessões do seu site e estabeleça uma meta.

Ao estabelecer metas a serem atingidas, o processo de trabalho fica muito mais fácil e focado do que “deixar em aberto”.

 

Baseie seu crescimento na quantidade de visitas também.

O investimento em marketing tem essa relação com o número de visitantes que estão entrando.

 

– Visualizações de página

É muito importante que o internauta esteja navegando no seu site.

 

Uma meta legal é um mínimo de 4 páginas por visitante.

  • Entrar na home
  • Fazer uma pesquisa
  • Entrar no produto
  • Ir para o carrinho

 

Não vamos contar as páginas de check out e pagamento, pois o abandono de carrinho também deve ser considerado.

Neste indicador, é importante que sua loja tenha um design bonito e prático, além de produtos e ofertas interessantes para que o consumidor navegue por no mínimo essas quatro páginas.

 

Esses dois primeiros indicadores, o Google Analytics fornece para você.

Por isso é importante que você não se esqueça de fazer a configuração do Google Analytics!

Afinal, ele é quem vai ter fornecer dados importantes de desempenho do seu e-commerce.

 

– Taxa de rejeição

 

A taxa de rejeição é, grosseiramente, quando os consumidores não navegam muito no seu site.

Ou seja, se o consumidor está na página de um produto X e ele não se interessou pelo produto Y recomendado, é uma rejeição de produtos.

 

Queremos pouca rejeição dentro da sua loja.

Eu tenho que ter correlação com aquilo que ele está vendo.

Uma média para o e-commerce é de 35 – 45%.

 

Porém, antes de pensar que a sua taxa não se enquadra nessa faixa, vamos avaliar seu segmento.

É um produto de compra por necessidade ou por impulso?

 

Quanto mais impulso, maior a rejeição.

Quanto mais você empurra um produto, maior vai ser a rejeição.

Quanto mais bem de consumo necessário, vital para o dia a dia, menor a taxa de rejeição.

 

– Receita

 

Você deve jogar um porcentual de projeção acima da quebra para ter uma projeção de resultado sólida.

Caso contrário, é a mesma coisa que montar suas projeções em cima de um castelo de cartas.

 

– Taxa de conversão

A taxa de conversão é a quantidade de visitas / quantidade de pedidos.

A taxa média do e-commerce brasileiro é 1,5%, de acordo com pesquisas da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo.

 

Esse é um indicador importante, porque de pouco adianta você ter muita visita, mas realizar pouca venda.

Isso significa que alguma coisa dentro do seu site está errada, algo não está estimulando o consumidor a finalizar a compra.

 

– Quantidade de pedidos

Aqui, na quantidade de pedidos, podemos olhar outros indicadores de desempenho que estão ligados.

 

– Ticket médio

– Quantidade de produtos por carrinho

O ticket médio significa a média de preço por carrinho dos seus consumidores.

A quantidade de produtos por carrinho é importante ficar de olho.

Também, porque você consegue criar estratégias para “empurrar” mais produtos.

O valor que você vai gastar por cliente é o mesmo.

Independente de ele compra o produto mais barato ou se ele leva todos os produtos da sua loja.

 

Então, por que não tentar oferecer mais produtos para o consumidor levar?

Quanto mais produtos o seu consumidor levar, melhor para o desempenho do seu e-commerce.

Aumento de produtos = aumento do valor a ser pago = aumento do ticket médio

 

– Abandono de carrinho

 

Uma média de abandono de carrinho no e-commerce é de 30-40%.

Isso significa que a cada 100 pedidos, apenas 60 são realmente efetuados?

Sim.

 

Seja por prazo de entrega, opções de pagamento, lembrete de pagamento como pagamento de boletos…

Existe inúmeros fatores que podem fazer o consumidor abandonar o carrinho .

É preciso fazer uma avaliação minuciosa do que poder afetar esse indicador.

 

– Marketplace

Mesmo com loja própria, é importante colocar seus produtos à venda nos Marketplaces também.

Além de serem lojas com grandes fluxos e já conhecidas, é bom.

Principalmente no começo, quando sua loja ainda não é muito conhecida.

 

As vendas do marketplace também são um bom indicador de desempenho na hora de você pensar em abrir sua loja própria.

Muitos lojistas começam nos marketplaces e acabam crescendo significantemente.

 

– Faturamento total e % do marketplace

Enquanto você trabalha ambas plataformas, e-commerce e marketplace, o faturamento maior deve ser proveniente da sua loja.

 

Do seu faturamento total, o proveniente de marketplaces não pode ultrapassar 50%.

Claro que aceitamos toda renda que entra.

Porém, se a sua loja não está vendendo tão bem quanto o marketplace, significa que tem alguma coisa que não está agradando os consumidores.

 

Não é uma estratégia boa depender tanto dos marketplaces.

Uma vez que uma regra lá dentro é alterada e não favorece o seu negócio, suas vendas podem despencar.

 

– ROI

O Retorno Sobre Investimento é o seu principal indicador quando falamos em marketing.

É através desse número que você vai calcular o quanto de retorno seus investimentos estão tendo.

 

Um custo muito alto por clique, por exemplo, pode não ser tão interessante quanto investir em fidelizar os clientes que já conhecem a sua loja.

 

Reputação

As ferramentas de avaliação de produto são importantes por dois motivos:

Elas são de grande influencia na hora de outros consumidores adquirirem o seu produto, pois a confiança é maior na avaliação de outras pessoas.

 

E também para você poder entender quem compra e se os seus produtos estão atendendo expectativas.

Em um caso de um cliente da consultoria em que a loja vendia roupa plus size até o 3G, recebendo a avaliação dos clientes, percebemos que era viável produzir o 4G.

 

Como resultado, o faturamento da loja aumentou bastante porque entendemos a necessidade dos consumidores.

Além disso, a reputação da sua marca é muito importante na internet.

 

Ferramentas como o Reclame Aqui ajudam a avaliar a sua marca.

Por isso seja sempre transparente na hora de se comunicar com o seu público.

A internet esta cheia de “juízes” e um deslize pode colocar todo o seu trabalho por água a baixo.

 

– Taxa de devolução

Dentro deste indicador, devemos incluir trocas, estornos e produtos com defeito.

A taxa de devolução do seu e-commerce não pode passar de 3%.

 

Porém, para segmentos de acessórios e moda este indicador sobe para 9%.

Isto porque existe o fator roupa e tamanho que podem não vir a servir.

Por isso, para amenizar esse percentual, deixe claro as medidas da peça, disponha de tabelas de medidas e invista na descrição de produtos da sua loja.

 

– Tráfego por acesso

Neste indicador é avaliada a origem do tráfego, ou seja, por onde o consumidor encontrou seu e-commerce.

Foi acesso direto ao site? Foram buscas orgânicas? Ou então acesso pago?

O ideal é que os acessos diretos e as buscas orgânicas sejam as principais origens.

 

Porque caso contrário, sua loja torna-se dependente do marketing, dos anúncios pagos para gerar tráfego.

E se a maioria for de origem orgânica ou direta, você pode redirecionar essa verba do acesso pago para demais áreas.

 

Conclusão

Estes são alguns dos indicadores que eu olho na hora de avaliar uma loja.

Existe sim, inúmeros outros, uns mais gerais outros bem específicos de acordo com o seu segmento.

 

Contudo, é importante que você fique de olho pelo menos nesses básicos para poder avaliar o desempenho do seu e-commerce.

Os indicadores de desempenho do e-commerce são extremamente úteis na hora de você fazer avaliações de vendas, de entender seus clientes e de decidir os investimentos.

Deixe um Comentário

Entre em contato