fbpx

Quando se trata de marketing, buscamos sempre encontrar novas formas de desenvolver nosso negócio e crescer no meio digital.

Entretanto, o que pode atrapalhar, muitas vezes, é a falta de direcionamento. Afinal, de nada adianta gastar tempo, dinheiro e esforço em estratégias que não irão gerar retorno.

.

E é exatamente para prevenir esses desperdícios e otimizar o seu e-commerce que existe o plano de marketing.

Com ele você será capaz de organizar, pesquisar, analisar e dar novos e certeiros direcionamentos a sua empresa.

Parece o plano perfeito, não? Pois realmente é.

.

E sabendo da importância de preparar um plano de marketing para a sua empresa, fizemos este texto completo, onde você vai aprender cada um dos passos deste planejamento.

.

Criando um Plano de Marketing

Plano de Marketing

.

Podemos entender o planejamento de marketing como sendo um documento que irá analisar sua empresa tanto interna quanto externamente, encontrando os melhores caminhos para a ação.

.

Deste modo, ele irá estruturar e indicar as estratégias de marketing digital mais indicadas para cada empresa, ramo e situação de negócio.

Por ser altamente personalizado, o planejamento é também dinâmico. Isso significa que de tempos em tempos ele precisa ser refeito.

.

Por mais que isso possa parecer um trabalho sem fim, a ideia por trás de reestruturar o plano de marketing constantemente se dá por conta de seu alto impacto em um negócio.

É simples entender o motivo. Afinal, uma vez que o plano é bem feito, ele irá gerar resultados em um curto período, modificando a empresa.

Desta forma, será preciso reanalisar a situação atual para encontrar o que mais pode ser feito.

.

Pense nele como um guia para a sua marca, o qual deve sempre estar otimizado para a versão mais recente dela.

E sem mais delongas, vamos ao que importa, o passo a passo!

.

Passo 1: Analise o ambiente externo

A primeira etapa de um planejamento de marketing é entender o seu ambiente externo, ou seja, analisar a concorrência.

Existem diversas formas de fazer isso, mas a que indicamos é através da Análise SWOT.

.

A sigla em inglês para Strength (Força), Weakness (fraqueza), Opportunity (Oportunidade) e Threat (ameaças), será, então, uma forma visual e otimizada de reconhecer todo o seu ambiente de uma única vez.

.

Plano de Marketing

.

Deste modo, pesquise e avalie os concorrentes do seu nicho de mercado a fim de encontrar lacunas que eles não estão suprindo, pois elas serão suas oportunidades.

.

E também para achar os pontos fortes que eles apresentam, os quais serão vistos como ameaças.

Então, olhe para o ambiente interno e procure identificar suas forças e fraquezas, de forma que tenha tudo isso em mãos para o passo 5.

.

Passo 2: Defina seu público-alvo

Na sequência, é necessário reconhecer quem é seu público-alvo, como ele se comporta e quais são suas dores, desejos e necessidades.

Isso porque, apenas deste modo você poderá alinhar as descobertas que fez no passo 1 com as reais ambições do público. Mas falaremos sobre isso mais a frente.

.

Por hora, o que queremos mostrar é que a melhor forma de realizar essa definição é através de uma persona.

Ela nada mais é do que um personagem fictício, que representa o seu cliente ideal.

.

E mesmo sendo um personagem, ela é completa e possui todas as características de uma pessoa real.

Logo, alguns dos dados que deve pesquisar e atribuir a sua persona são:

  • Idade
  • Nome
  • Gênero
  • Escolaridade
  • Classe social
  • Objetivos de Vida
  • Desejos e necessidades
  • Dores
  • Canais de comunicação
  • Marcas que gosta
  • Objeções a sua empresa
  • Storytelling

.

Passo 3: Tenha um posicionamento de marca

O terceiro passo deste planejamento se refere unicamente a sua marca em relação ao seu público, ou seja, como ela se porta e como ela é vista.

Por isso, vamos falar sobre o posicionamento de marca.

.

Ele pode ser entendido como uma identidade, uma personalidade, que uma empresa externa para os seus clientes.

A forma mais fácil de começar a montar seu posicionamento é com a ajuda dos arquétipos, que são personagens fictícios com personalidades pré-moldadas.

Eles serão uma base para que você desenvolva suas características próprias.

.

E mesmo havendo apenas 12 arquétipos, isso não significa que ao se encaixar em um você ficará preso a ele.

Veja marcas como a Harley Davidson e a MTV, ambas fazem parte do arquétipo do Rebelde, mas nem por isso se assemelham em estratégias e posicionamentos de marca.

Assim, explore as possibilidades que sua personalidade pode trazer e a combine com a dos consumidores.

.

Passo 4: Defina seus objetivos

O quarto passo do planejamento é definir seus objetivos, afinal, você deseja chegar a algum lugar. Mas qual?

Desenvolva seus objetivos principais e então atribua índices e métricas para que possa medi-los.

Deste modo, você terá mais controle sobre eles e evitará se perder no meio do caminho.

.

Plano de Marketing

.

Um exemplo indicado de índice são os KPIs.

Com eles você terá uma noção geral do andamento de suas metas e olhará para pontos específicos e direcionados, sem ter de se preocupar em calcular e monitorar todas as variáveis.

.

Passo 5: Trace estratégias

E finalmente chegamos ao passo mais importante, pois é hora de juntar tudo!

Você já sabe quem sua empresa é com o posicionamento de marca e também o que os clientes desejam e suas objeções.

Sabe ainda quais são as oportunidades de ameaças do mercado, logo podemos dizer que tem todas as informações que precisa para escolher a estratégia de marketing mais certeira para você.

.

Existem milhares de possibilidades de estratégias, mas se foque em pouca e somente naquelas que realmente podem fazer efeito para os seus objetivos. Alguns exemplos são:

  • Marketing de Conteúdo
  • Email Marketing
  • Mídias Sociais
  • SEO

.

E o mais importante, assim que terminar sua escolha, não esqueça de documentar absolutamente tudo que descobriu.

Até mesmo os insights descartados durante o processo de planejamento são importantes.

Deste modo, você tornará a reestruturação que havíamos mencionado, muito mais simples e efetiva.

.

Conclusão

Ao criar um plano de marketing, sua empresa não só conseguirá ganhar em tempo, dinheiro e esforços, como verá seus investimentos darem retorno muito mais rápido.

.

E agora que você já sabe exatamente o que tem que fazer para estruturar seu plano, o que acha de começar?

Antes, apenas não se esqueça de deixar um comentário nos contando sua opinião sobre este artigo!

.

Este texto foi escrito por Rodrigo Wiethorn, Administrador de Empresas pela UFSC, entusiasta de Tecnologias Web, Darwinismo, Economia Compartilhada, Marketing e Comportamento do Consumidor, temas estes abordados em seu blog ZMOT Institute. Atua como COO da Hostinger Brasil, apontada pela publicação The Huffington Post como uma das 5 empresas que está ajudando a mudar o mundo através do empoderamento das pessoas pela internet.

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?