fbpx

Neste artigo iremos falar sobre os benefícios da realidade aumentada para o e-commerce.

Segundo estudo NielsenIQ, o ano de 2020 foi marcado, entre outras coisas, pelos 13,2 milhões de novos consumidores de e-commerce no Brasil, levando o canal ao recorde histórico de R$ 87 Bi em vendas.

.

Com um aumento de 41% em seu faturamento anual, o e-commerce brasileiro foi alavancado por um aumento de 10 pontos percentuais nas compras por dispositivos móveis, e 4 pontos percentuais nas compras internacionais.

Enquanto as reclamações com frete em compras de mais de R$ 200 aumentaram em 3 vezes, comparadas com a opção de frete grátis.

.

Neste cenário em que fabricantes estão passando a atuar como varejistas e players globais passam a oferecer produtos com facilidade a um público cada vez mais digital, já não basta apenas manter uma loja online.

É preciso se diferenciar.

A seguir, mostramos como a Realidade Aumentada vem sendo o fator de diferenciação de algumas marcas inovadoras de sucesso. Confira abaixo.

.

Como aplicar Realidade Aumentada para e-commerce?

Realidade Aumentada para o e-commerce

.

Ao ouvir falar em Realidade Aumentada, você provavelmente ainda pense em óculos futuristas no estilo Minority Report, suspense de Spilberg estrelado por Tom Cruise e lançado em 2002, certo?

.

A verdade é que a tecnologia já está disponível para o grande público, através de seus dispositivos celulares, ainda que menos de 60% dos usuários tenham a ativado até aqui.

Duas principais aplicações da RA pelas marcas são as ativações promocionais por aplicativos específicos, por um lado; e a chamada web AR, ou seja, a Realidade Aumentada usando apenas os dispositivos móveis.

.

Como exemplo desta tecnologia, temos a R2U, empresa de Realidade Aumentada para o varejo, que fornece a tecnologia para empresas como Mobly e Electrolux.

.

E quais as vantagens da Realidade Aumentada para o e-commerce?

Comprar online é prático, eficiente e, mais do que nunca, seguro.

Mas existem algumas lacunas que acabam tornando a experiência de compra incompleta em alguns casos.

.

Ainda que a empresa se esforce para recriar a loja física em um ambiente virtual, existem algumas informações táteis as quais os consumidores não conseguem ter acesso.

Por exemplo, o público podia até saber as medidas do sofá que gostaria de comprar online, mas não sabia exatamente se ele iria harmonizar com os outros móveis da sala.

.

Com a Realidade Aumentada, o e-commerce revoluciona o processo de compra, tornando-o mais encantador para o cliente.

Gera mais segurança ao público, auxiliando a decisão de compra sem que as pessoas precisem abrir mão da praticidade.

Pensando em cada fase da gestão de um e-commerce, veja como a tecnologia pode ajudá-lo a alcançar melhores resultados.

.

Planejamento e Marketing

Realidade Aumentada para o e-commerce

.

Já que a maioria dos competidores ainda não utiliza a tecnologia para vender mais, desde o planejamento de uma loja online, podemos observar a Realidade Aumentada como a criação de vantagem competitiva para o seu negócio.

.

Se você deseja criar uma estratégia que se destaca em seu segmento, investir em Realidade Aumentada trará um diferencial para seus usuários, potencializando suas vendas e fidelizando clientes.

Ela é excelente para fortalecer sua marca e isso se dá principalmente porque a RA estimula o engajamento do público.

.

As pessoas não só se interessam em interagir com a tecnologia como também adoram convidar outras pessoas para experimentarem-na.

Com ela, é possível estimular a divulgação de lançamentos, potencializando as vendas através do próprio público consumidor.

.

Sabemos o quanto a internet tem esse poder de influenciar a decisão de compra do público.

Hoje, estamos todos mais conectados uns com os outros e com as diferentes marcas, não é mesmo?

.

Conteúdo e Comunicação

.

Em segmentos como móveis, decoração e eletrodomésticos, a Realidade Aumentada traz vantagens sem equivalentes, veja:

Ser capaz de escolher exatamente qual cor de uma cadeira combina com a mesa de jantar, por exemplo, podendo em seguida visualizar como o móvel ficará em seu espaço, exime o cliente da tarefa de tirar medidas exatas, buscar por cores contar com a sorte na hora de encaixar todos os componentes de sua decoração.

.

Falando em decoração, empresas como a Suvinil estão investindo em tecnologia para permitir que consumidores experimentem cores de tintas nas paredes de casa através de visualização com RA, sem que precisem sair de casa!

Mais confiança do cliente na marca somada à qualidade de produtos e serviços gera o quê? Vendas.

.

Com o uso da Realidade Aumentada, a Mobly aumentou sua taxa de conversão em 80%, oferecendo ao seu público uma experiência de compra positiva e inovadora.

.

Logística e pós-venda

Já no pós-venda, a Realidade Aumentada traz outros benefícios, veja:

Garantindo compras com mais informações ao consumidor, evitamos aquelas compras de tamanhos ou revestimentos errados que acabam tendo de ser devolvidos.

Dessa forma, onerando a cadeia logística da empresa e afetando negativamente a experiência do consumidor com a marca, por mais eficiente que seja.

.

Quanto maior o tamanho do pedido, mais onerosa é a operação logística, e este custo pode ser evitado desde o processo de vendas com o oferecimento da Realidade Aumentada no e-commerce.

Lembre-se: o número de reclamações com frete triplicou em 2020!

Muito disso se deveu ao crescimento da demanda enquanto a malha de transporte não evoluiu na mesma velocidade.

.

E isso independe das empresas que vendem online.

Agora, se buscamos por uma decisão assertiva para lidar com o cenário atual do Brasil, esta sem dúvida é o investimento em tecnologias como a Realidade Aumentada.

Que além de reduzir custos e aumentar as vendas online, pode reforçar a marca e garantir aquelas avaliações positivas tão desejadas dos consumidores.

.

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?