Neste artigo vamos falar sobre Como criar um Plano de Negócio.

 

De forma a que possa estabelecer um negócio E-commerce sustentável e com potencial de sucesso, acaba sendo crucial planejar com rigor todo seu plano de negócios.

Isso porque, apenas respeitando seu orçamento e entendendo com exatidão quais são os custos associados de seu negócio online, é que poderá “atacar” seu mercado com o objetivo e a missão que tanto deseja.

 

Como criar um Plano de Negócios

 

Atualmente, é importante perceber, desde início, que a construção da loja E-commerce, fora casos extremos na contratação de Agências Web, não é o processo ou a fase de seu negócio online mais dispendioso nos primeiros anos.

Felizmente, existem agora vários softwares de construção de lojas online que permitem que essa primeira fase, que tantos empreendedores online iniciantes assustava, acabe sendo muito menos aflitiva.

 

Desse modo, ter um planejamento antecipado com profissionais especializados na área, ou até mesmo com recursos a planilhas de modelos de negócios online para download grátis, podem contribuir para uma preparação de início de negócio E-commerce muito mais real e preciso.

Como qualquer investimento, quanto mais preparado e informado estiver, menos erros e surpresas desagradáveis irão surgir.

 

1.      Custos associados com domínio e hospedagem

Como criar um Plano de Negócios

 

Tendo decidido o modo como você irá construir sua loja online (quer seja com equipe de freelancers, Agência Web ou via construtores de websites), deverá entender que nem todos esses serviços vão incluir os custos associados à hospedagem, por exemplo.

Portanto, nesse caso em concreto, apenas conseguirá perceber qual é o serviço de hospedagem que precisa com base nas seguintes premissas:

 

  • Reputação e credibilidade do serviço de hospedagem (quase 100% de garantia de website no ar);
  • Custos associados, que tanto podem ser mensais ou anuais;
  • Tráfego que tenciona ter mensalmente, quanto maior for esse número mais dispendioso será sua hospedagem

 

Somando a esse planejamento de negócio, deverá perceber que terá que reservar algum orçamento para a compra de um domínio que considere acertado para seu negócio online.

Os custos podem variar muito, estando sempre dependente do interesse que seu nicho de mercado tiver ou as palavras-chave que tiver escolhido.

 

2.      Fazer a gestão dos custos de tráfego

Tendo seu website no ar, estando satisfeito com o que representa, sua usabilidade, leveza, responsividade ou até estrutura, sua seguinte preocupação será perceber o plano de marketing para gerar tráfego orgânico ou pago se website.

 

Sem dúvida alguma que, atualmente, a geração do tráfego está sendo o ponto mais dispendioso para qualquer empreendedor digital.

Desse jeito, em seu plano de negócios E-commerce, jamais poderá esquecer do custo que terá em atrair e chamar usuários e potenciais “leads” para sua loja online.

 

Como forma de perceber melhor como poderá abordar essa questão, que acaba atormentando muitos empreendedores, uma vez que pode ditar o sucesso ou insucesso de seu negócio online, tenha em consideração as seguintes possibilidades de você começar recebendo visitas consistentes em sua loja E-commerce:

 

·         Tráfego Orgânico

Apesar de ser muitas vezes negligenciado, a verdade é que esse tipo de tráfego é o mais valioso que poderá ter em seu negócio online.

Não só irá fazer com que você poupe “fortunas” na atração de tráfego para sua loja online, como também irá acabar por rankear melhor que seus mais diretos concorrentes (pelo menos as lojas que estão usando as “keywords” que está também usando).

Mas como tal é possível?

 

Ora, em seu plano de negócios E-commerce deverá considerar investir em aplicativos de bom SEO, por exemplo.

No caso do WordPress, existem até soluções grátis de SEO, que acabam ajudando, durante a criação de páginas web e conteúdo, você ter boas práticas de SEO.

Tal é crucial, uma vez que o SEO irá determinar a probabilidade de você estar rankeando cada vez melhor nos principais motores de busca, como é o caso do Google, por exemplo.

 

Já imaginou quanto de tráfego iria gerar caso suas páginas web estivessem nas primeiras páginas dos motores de busca?

É precisamente esse o poder de um bom SEO, que claramente não deverá ser ignorado em seu plano de negócios. Também por isso é que existem cada vez mais profissionais nessa área.

 

·         Tráfego Pago

Como criar um Plano de Negócios

 

Em termos de planejamento financeiro, esse é o departamento em que você terá que reservar mais dinheiro.

Isso porque, quer seja por Facebook Ads ou Google Adwords, a verdade é que os anúncios e campanhas publicitárias podem acabar sendo custosas.

Logo, é crucial que você perceba que tipo de campanhas fazem sentido para seu negócio online e como elas podem acabar sendo lucrativas para você.

 

Ou seja, nesse planejamento terá de ter em consideração fatores como taxas de conversão, conhecimento profundo de hábitos e interesses de seu público-alvo e até mesmo “landing pages”.

Sendo que todos esses fatores, bem pensados e estruturados, vão acabar maximizando suas importantes taxas de conversão, quer seja na construção de listas para e-mail marketing (leads), ou até mesmo conversões em vendas de seus produtos ou serviços.

 

3.      Gerenciamento de custos de manutenção ou equipe

Estando sempre dependente do tamanho de sua equipe, investimento inicial ou objetivo com seu plano de negócios para uma loja E-commerce, a verdade é que você terá sempre que se preocupar com os custos estimados com sua equipe.

Por exemplo, se já tiver uma equipe grande, terá que pagar salários.

 

Contudo, mesmo sendo uma empresa pequena, terá que considerar investir em profissionais especializados (freelancers) ou até mesmo a diferentes aplicativos ou softwares de construção de websites, como forma de apresentar uma loja online que sempre idealizou.

 

Como Criar um Plano de Negócios em seu E-commerce?

Todas essas componentes e potenciais custos de gestão e de realização de tarefas tem que estar presente em seu plano de negócios. Para tal, se for no caso de construtores de websites, faça um trabalho de pesquisa, comparando preços, serviços e seus riscos/ benefícios.

Caso necessite de certos aplicativos para adicionar à sua loja, quais deles são os melhores e qual será o preço de cada um.

 

É importante também que não se esqueça sobre os custos de manutenção e comissões por venda que podem ser cobradas em vários softwares de construção de lojas online.

Por exemplo, se no Wix E-commerce você não terá de pagar por cada venda, tal já não acontece no Shopify.

Todo esse estudo tem de estar bem claro em seu plano de negócios, desde início.

 

como criar um plano de negócios

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?