Doutor E-commerce –

Vamos falar sobre o início da operação no Marketplace.

 

Sempre buscando trazer assuntos atualizados e da nossa rotina do dia a dia, o nosso artigo abaixo trás uma demanda de um cliente do segmento moveleiro para ajudarmos eles na construção do melhor caminho junto aos Marketplace no Brasil.

 

Iniciamos, fazendo uma reunião para identificar as principais preocupações, dúvidas e “dores” do cliente, digamos assim.

Resumidamente, mencionamos abaixo alguns questionamentos  em comum da maioria dos clientes que estão nesta etapa de iniciar as vendas junto a estes gigantes do mercado digital:

  • Qual Marketplace acessar;
  • Quais produtos vender;
  • Como Precificar;
  • Comisionamento;
  •  Como construir uma estrada sólida neste canal mesmo sabendo que construir uma casa em um terreno alugado não é a melhor das alternativas

 

Também estarmos sempre a mercê onde da noite para o dia a comissão pode mudar, o prazo de expedição do produto ser reduzido… ou seja passar por mudanças que são simplesmente dadas de “cima para baixo” e o jeito é acatar para continuar vendendo.

 

Iniciando a operação no marketplace, Planejamento

Vamos pontuar aqui a rota que planejamos para ajudar ao cliente ter uma maior segurança, um maior entendimento da operação, facilitando assim a tomada de decisão ou melhor as tomadas de decisões:

 

1 – Começamos este estudo mapeando os principais Marketplaces do país

operação no MarketPlace

Saiba quais são os principais marketplaces brasileiros.

 

Levantamos dados de tráfego, acessos da categoria pretendida, público e logicamente fomos em busca também de informações dos Market places nichados nesta categoria com base nos produtos produzidos pelo cliente.

Este mapeamento  de informações buscamos através de ferramentas de pesquisas on-line, informações de mercado e nossa experiência.

 

2 – Formulamos junto com o cliente um questionário das principais dúvidas

Esclarecimento de dúvidas que o lojista e toda sua equipe possuíam com relação a operação de Market place.

Este questionário foi construído por todos departamentos da empresa, ou seja, engenharia de produto, logística, produção, financeiro, faturamento, contabilidade, fiscal entre outros.

 

3 – Escolha de Marketplaces

Pontuamos alguns Marketplace que faria mais sentido neste momento para o cliente iniciar a operação.

 

 

4 – Alinhamento

Agendamos reuniões com estes Marketplace envolvendo todas as lideranças do projeto para dar um engajamento maior e robustez ao cenário do digital dentro da Instituição.

Além de fazer com que estes diálogos, necessidades geradas, alterações nas rotinas da empresa  fossem transmitidos para todos os setores e incorporados com uma maior agilidade por todos.

 

5 – Alinhamento de percepções

Realizada as reuniões, fizemos  um alinhamento das percepções de cada líder com relação aos Market place contatados,  o que eles captaram de informações e qual seria na visão deles  a melhor opção para iniciar uma operação.

 

6 – Produto

 

Realizamos reuniões para definirmos os produtos a serem inseridos no Marketplace juntando o conhecimento comercial interno, percepções que foram obtidas durante as reuniões com os marketplace e pesquisa dos produtos vendidos pelos concorrentes nestes canais  através de ferramentas on-line.

 

Mesmo não se tendo um caminho 100% correto a seguir , ou seja, sabermos os produtos que irão performar da melhor forma, conseguimos assim enxergar e dar um direcionamento melhor ao nosso cliente.

 

6 – Precificação

Este é um ponto extremamente sensível e de vital importância para não se dar um tiro no pé, expressão esta tão utilizada em nosso meio.

Fizemos uma reunião de alinhamento e explicando como funciona a precificação dentro deste canal.

Orientamos a todos que estão lendo este artigo a visualizar os vídeos sobre a precificação que também utilizamos durante a consultoria com este cliente para obter um melhor entendimento deste assunto.

 

7 – Estoque

operação no MarketPlace

 

Fator muito relevante e de grande peso na hora da tomada de decisão para a compra.

Dentro do segmento moveleiro os prazos de produção geralmente são longos.

Por isso, trabalhar com produtos em estoque é muito importante para aumentar a taxa de conversão, mesmo sabendo que será necessário mudar todo um conceito enraizado na indústria.

 

8 – Logística

Buscar parceiros que consigam transportar volumes fora do “padrão correios” não é uma tarefa fácil, mas é possível.

São diversos aspectos que temos que ter atenção como: prazo de entrega, logística reversa, avarias (algumas transportadoras somente transportam este tipo de material com carta de isenção de responsabilidade de avarias), a entrega em edifícios, medidas dos volumes para ver se passam pelas aberturas, frete competitivo, transportadoras que atuam em âmbito nacional para se ganhar volume ao invés de ficar “dividindo” pedidos dificultando assim negociações de frete…

São alguns detalhes importantes a serem analisados.

 

9 – Alinhamento final

Reunião de alinhamento final com o cliente, apresentando todos os pontos obtidos para dar a ele embasamento na tomada de decisão final e cronograma a seguir.

Conclusão

Sabemos que ingressar no Marketplace sem se ter uma estratégia ou conhecimento de mercado pode se tornar totalmente frustrante ou pior,  deixar a operação que era sadia no prejuízo.

 

Estamos lidando com players extremamente agressivos e de alto poder, por isso o fato de buscar por profissionais com experiência prática no mercado e que possuem contatos nos diversos players do digital é fundamental.

Se você também está passando por este desafio, contate-nos.

Com certeza vamos poder lhe auxiliar nesta jornada.

 

contato@drecommerce.com.br

(11)3064-0340

@thiagosarraf

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?