fbpx

É fato que a transformação digital impactou o mundo dos negócios, pois, muitas empresas adotaram o modo de vendas através da internet para potencializar os resultados.

.

De acordo com Webshoppers 43 Ebit/Nielsen & Bexs Banco Social, em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19), as vendas do e-commerce no Brasil cresceram 41% para R$ 87,4 bilhões na comparação com 2019, impulsionado pelo aumento do número de pedidos.

.

Entretanto, o e-commerce no ramo industrial obtém alguns desafios, por exemplo, para realizar a venda de estrutura metálica para telhado, entre outros equipamentos.

Neste contexto, o principal desafio é a logística, além do relacionamento com os consumidores, divulgação de produtos e acompanhar as movimentações do comércio eletrônico.

.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para te explicar como funciona o e-commerce na indústria, os desafios e como superá-los.

Se ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto, continue lendo e confira!

.

Como funciona o e-commerce na indústria

e-commerce na indústria

.

Certamente você já ouviu falar no e-commerce direcionado a vendas B2C (Business to costumer), de empresa para cliente.

Contudo, é possível investir na loja virtual B2B (Business to business), que significa negócio para negócio, ou seja, de empresa para empresa.

.

Desse modo, uma indústria de purgador de vapor, por exemplo, tem a possibilidade de investir nesse meio para realizar vendas online para outras empresas.

Assim, é possível investir em um site com o próprio domínio ou marketplace.

.

Da mesma forma que o e-commerce B2C fica disponível 24 horas por dia, no modo B2B não é diferente! Logo, o cliente pode realizar a compra a qualquer momento.

Contudo, como a plataforma é direcionada somente para vendas empresariais, ao precisar comprar elevadores residenciais, é necessário realizar acesso com login e senha para solicitar um orçamento.

.

Os preços são disponibilizados de modo exclusivo, assim, após realizar um pedido o responsável entra em contato para negociar a forma de pagamento e afins.

Ou seja, o avanço da tecnologia impactou significativamente as formas de fazer negócio.

.

Com a transformação digital a indústria passa a vender nas plataformas da internet.

Já parou para pensar o quanto isso facilita em negociação e até mesmo encontrar os equipamentos através de uma pesquisa nos mecanismos de busca?

.

Na atualidade, é imprescindível apostar nessas ferramentas para manter a competitividade no mercado.

Assim, montar o e-commerce na indústria não é uma tarefa simples, afinal, as vendas são direcionadas para outras empresas, o que se torna um desafio ainda maior em aplicar estratégias para captar clientes.

.

Isso não significa que a indústria não obtém sucesso em distribuições e lucro nas vendas.

Mas, ao realizar a venda para um distribuidor, ou seja, intermediador dos produtos, a margem de lucro diminui em comparação a venda do varejo ao consumidor final.

Continue lendo e confira a seguir os principais desafios do e-commerce na indústria!

.

Os desafios do e-commerce na indústria

Ao entender como funcionam os processos de uma loja virtual para o setor industrial, confira logo abaixo os principais desafios no setor.

.

1. Acompanhar as movimentações do e-commerce

No ramo da indústria, ter o controle das movimentações de estoque, demanda, entre outros, é imprescindível, mas no e-commerce essa etapa é um dos principais desafios!

.

Muitas vezes você pode não imaginar que isso pode ser um impacto para o setor industrial, mas os motivos estão relacionados às definições de estratégias.

Pois, se o produto disponibilizado no e-commerce não estiver no preço ideal, é preciso entender como os preços estão sendo a performance para investir em ações estratégicas.

.

Além disso, cada ação deve ser direcionada ao público específico, por exemplo, para o comércio eletrônico e para os distribuidores.

Embora haja vendas online, a dos distribuidores é mantida.

.

.

2. Estoques em níveis ideais

Outro desafio do e-commerce na indústria é o controle de estoque.

Como já mencionado anteriormente, o canal de distribuição permanece independente das vendas no comércio eletrônico.

.

Por sua vez, mesmo com ferramentas tecnológicas para acompanhar processos de estoque, na indústria é mais difícil monitorar ambos canais de distribuição e evitar a falta ou excesso dos itens no estoque.

.

3. Apresentar os produtos no e-commerce

e-commerce na indústria

.

De certo que para o consumidor tomar a decisão de compra ele precisa ter ciência do produto que vai fazer a aquisição.

Assim como no mercado B2C, no B2B há necessidade de apresentar os produtos na vitrine virtual.

.

A apresentação, na maioria das vezes, deve ser completa, mas é uma das dificuldades para a indústria devido a convencer o consumidor com as informações fornecidas na plataforma online.

Por isso, inserir boas imagens e descrição do item é indispensável, além de tomar todos os cuidados a fim de não distorcer informações e impactar na decisão do consumidor.

.

4. Interesses comerciais

Sabemos que existe grande interesse comercial no setor industrial, por isso, é importante manter o equilíbrio quando o assunto é loja virtual.

Afinal, o uso do e-commerce na indústria é uma forma de equilibrar os canais de distribuição e atender a demanda de clientes.

Assim sendo, é imprescindível que haja o equilíbrio entre os interesses do varejo quanto nos canais de distribuição.

.

Como superar os desafios do e-commerce na indústria?

Existem desafios na indústria no ato de vendas online, mas é possível superá-los.

Vender online não é tão simples quanto parece, pois é necessário muito planejamento para que os resultados sejam efetivos e atenda as necessidades dos consumidores.

.

Dessa maneira, mensurar os resultados e acompanhar o desempenho é ideal para o setor da indústria no comércio eletrônico, haja vista que permite tomada de decisões mais assertivas de proporcionar estratégias eficientes para captar mais clientes e aumentar as vendas online sem impactar no varejo.

.

Além disso, apostar na transparência com o consumidor contribui para realizar a distribuição dos produtos de modo correto.

É importante ressaltar que a venda no e-commerce e para os distribuidores devem ser equilibradas a fim de evitar impactos negativos e obter a falta de produtos em estoque.

.

Portanto, é possível superar os desafios ao usar ferramentas tecnológicas para obter melhor controle do estoque, desempenho da loja online e afins.

Assim, a indústria faz as vendas na loja virtual de maneira positiva e disponibiliza os produtos no mundo virtual para potencializar seus resultados.

.

Gostou do nosso post sobre os desafios do e-commerce na indústria e como superar? Deixe o seu comentário!

.

Esse artigo foi escrito por Thais Teixeira, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?