fbpx

O poder das redes sociais torna-se a cada dia mais forte e, com ele, um novo cenário influencia o comércio eletrônico: muitos consumidores só concluem a compra de algum produto após consultarem as opiniões, elogios e críticas disponíveis no Facebook, por exemplo. As redes viraram um verdadeiro mercado de oportunidades, em que as pessoas disponibilizam e compartilham avaliações sobre determinado serviço ou produto – o que acaba contando muito para quem lê, já que elas substituem o contato em uma loja física.

As empresas precisam estar atentas a esse fenômeno, aproveitando o conteúdo gerado espontaneamente pelo cliente (que se transforma em uma importante fonte de informação), porém sem perder a oportunidade de divulgar a marca para os internautas que ainda não a conhecem e, ainda, estabelecendo estratégias para rebater as críticas.

É interessante que os lojistas conheçam quem é este público. Afinal, entre os que compram no e-commerce e os que utilizam as redes sociais antes de comprar existem algumas diferenças. Segundo pesquisas do e-bit, a maioria dos consumidores que compraram influenciados pelas redes são mulheres, alguns anos mais jovens e com uma frequência relativamente baixa de compra.

Além de converter números de acessos em vendas, essa prática gera conteúdo, o que é a maior tendência – não só do e-commerce, mas da internet em geral – do momento. O compartilhamento de informações pode auxiliar as empresas a construírem uma base de dados importante para seus negócios, além de divulgar a marca, promover credibilidade e auxiliá-las a construir algo positivo em cima das avaliações negativas. Lembre-se: as críticas se espalham com a mesma velocidade que os elogios e, geralmente, são lembradas com mais facilidade pelos usuários.

Para posicionar sua marca nas redes sociais, é importante contar com o auxílio de profissionais que dominem o assunto e que possam administrar este recurso da melhor maneira possível. Providenciar um canal de comunicação com os usuários é a primeira dica para facilitar o compartilhamento de ideias e, desta forma, a compreensão das necessidades, preferências e desejos do público-alvo, o que pode fidelizar clientes por atender sempre às suas demandas.

O atendimento personalizado, aliás, é extremamente relevante na conquista de clientes, como já se sabe. A pesquisa por gostos, comportamento e características dos consumidores fica muito mais simples para quem usa as redes sociais, certo? Aproveite este recurso para realizar estratégias de pré e pós-venda também!

Oferecer às pessoas exatamente aquilo que elas desejam é essencial. Não dificulte a localização de informações e não deixe seu cliente sem resposta, pois é bastante provável que ele não volte mais a procurar por sua marca.

É preciso estar atento a mais um detalhe: a maioria das plataformas das redes sociais exige que você seja realmente convincente para chamar a atenção dos visitantes antes que eles se interessem por outro conteúdo. Utilize expressões que transmitam sensações de urgência, como ofertas-relâmpago, prazos limitados e descontos acima da média.

Apesar de estarmos bastante familiarizados com essa tecnologia, vale ressaltar que o trabalho diferenciado em uma rede social leva tempo e dedicação, portanto esqueça resultados rápidos e busque estratégias que aproximem sua marca do público. As redes só serão efetivas se todos os elementos do processo estiverem funcionando adequadamente, então… Bom trabalho!

Um Comentário

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?