abrir o e-commerce

Empresários de lojas físicas e até aqueles que já possuem presença no mundo digital desejam ampliar o negócio por meio da criação da loja virtual. No entanto, a dúvida a respeito do melhor momento para abrir o e-commerce pode atrasar não só a decisão, mas também boas oportunidades.

Por isso, a intenção do post é discutir sobre o momento certo para investir no comércio eletrônico e, para cumprir esse objetivo, trouxemos dicas, pesquisas e tendências para te guiar nessa etapa do projeto online da melhor forma.

Crescimento do e-commerce em 2015

O estudo intitulado “Perfil do E-commerce Brasileiro” revela que no ano de 2015 o número de lojas virtuais no Brasil cresceu 21,5%, e que a escolha do e-commerce como canal exclusivo de vendas também apresentou o aumento de 14, 53%. Já a segunda edição da pesquisa do Mercado Livre e Ibope Conecta também comprova essa evolução, pois mostra que 81% dos e-commerces brasileiros apresentaram crescimento nas suas vendas em 2015.

Quer ver mais resultados positivos? De acordo com o relatório WebShoppers, da E-bit,  o ano de 2015 também reservou resultados positivos para o setor. Entre os pontos fortes, o crescimento expressivo das vendas feitas por dispositivos móveis, que passaram a representar 12% do faturamento, na média do ano, e 14,3%, em dezembro. O número de consumidores que realizaram pelo menos uma compra via Internet chegou a 39,1 milhões, volume 3% maior, se comparado a 2014. A quantidade de pedidos cresceu 3%, atingindo 106,2 milhões. Já o tíquete médio das compras ficou em R$ 388, valor 12% mais alto, se comparado ao ano anterior.

Após registrar o crescimento de 22% em 2015 e a movimentação de R$ 48,1 bilhões, a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) prevê que, em 2016, a expectativa de crescimento é de 18%, apesar do cenário atual da economia.

Comércio sem fronteiras

As empresas estão cada vez mais conscientes sobre a necessidade de fazer parte do comércio eletrônico pelas vantagens competitivas que o espaço oferece. Com a evolução constante desse ramo, quem não se preparar para ingressar nele ficará atrás da concorrência que já estará preparada.

Além disso, os lojistas precisam entender a importância de ter um canal de vendas sem fronteiras, pois as sabemos que as plataformas globais são grandes oportunidades de crescimento.

E não ache que as pequenas empresas são excluídas dessa possibilidade, pois esse é um caminho interessante e viável para negócios menores que têm potencial de crescimento dentro e fora do país (se esse é o seu caso, nós temos a solução certa para você. Saiba mais sobre o Start aqui).

Algumas tendências

Dispositivos móveis ganham ainda mais força – O comércio digital ganhou forças nos dispositivos móveis e a mudança no comportamento do consumidor deve ser compreendida como oportunidade pelas lojas virtuais. Veja aqui 4 tendências que devem impactar o mobile marketing em 2016.

Customização de atendimento e navegação – A experiência personalizada do usuário é um dos fatores decisivos para o sucesso do e-commerce. A personalização na comunicação com os clientes e na própria navegação nas lojas virtuais são importantes tendências e devem se intensificar ainda mais. Além disso, já existem ferramentas que utilizam o histórico de cada usuário e mostram as ofertas mais indicadas para o seu perfil. Isso comprova que as estratégias de segmentação para atender a individualidade dos consumidores são fundamentais para maximizar as vendas.

Fortalecimento das mídias sociais – As mídias sociais influenciam mais do que nunca o comércio online. Facebook e Twitter já contam com botões de “compre agora”, e em 2016 novas tendências já aparecem para o Instagram e outras plataformas. A integração com as redes sociais oferece novas ferramentas importantes para o e-commerce.

E-commerce de nicho – No Brasil, o comércio eletrônico é competitivo, e escolher um e-commerce de nicho pode destacar a sua loja no mercado. Há nichos que não são explorados, e um serviço diferenciado poderá fazer da sua loja uma referência no segmento.

Design – Pessoas que não estão familiarizadas com a internet estão migrando para o e-commerce. Segundo relatórios da PNAD (Pesquisa Nacional por Auxílio de Domicílio) entre 2005 e 2011, o número de pessoas idosas que acessam a internet cresceu em 222,3%.

Conseguiu perceber a grande oportunidade que a sua empresa está perdendo? Acredite: a hora de investir e de criar um e-commerce para sua empresa é agora. Adiar essa decisão só fará com que a loja perca dinheiro, público e oportunidades todos os dias.

Aproveite e confira como podemos te ajudar no processo de abertura da sua loja virtual clicando aqui.

Por Redação Dr. e-commerce

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?