vendas-no-e-commerce

 

Mesmo num momento em que austeridade é a palavra de ordem, não há brasileiro que resista a promoções do comércio em datas comemorativas, especialmente aquelas oferecidas pela internet. Foi o caso do Dia dos Namorados, celebrado no último dia 12 de junho. Segundo dados da E-bit, as vendas no e-commerce subiram 16% e as lojas registraram um faturamento de R$ 1,65 bilhão na data.

O resultado positivo confirma a tendência medida no último relatório do Webshoppers, que mostrou que, apesar do cenário de crise econômica, não faltam oportunidades para o comércio eletrônico, que tornou-se uma alternativa confortável na hora das compras. Segundo o documento, o brasileiro já compreende que o e-commerce oferece mais conveniência no consumo, entre outros motivos, graças à facilidade na comparação de preços, o que permite ao consumidor estabelecer uma relação de custo-benefício.

A fim de aprofundar os dados divulgados pela e-Bit a respeito das vendas no Dia dos Namorados, a JET realizou um levantamento comparativo por segmento de vendas. Os dados indicam que os consumidores optaram por comprar produtos eletroeletrônicos e itens de moda na hora de presentear o parceiro ou a parceira.

O levantamento da JET, mostra que, neste ano, os eletroeletrônicos concentraram, sozinhos, 71,4% das vendas na internet no Dia dos Namorados, com um ticket médio de R$ 542. No comparativo com os primeiros dias do mês, no período que vai do dia 1º ao dia 11, houve um crescimento de quase 15% nas vendas desse setor. O crescimento foi possível, em parte, pelos descontos promocionais praticados na data comemorativa: o ticket médio desses produtos caiu 150% no dia.

Em segundo lugar ficou o segmento de moda e acessórios, representando 17% das vendas totais feitas pela internet. O ticket médio se aproximou de R$ 403. Segundo a JET, aqui também houve crescimento em relação aos onze primeiros dias do mês de junho: as vendas subiram 8%, com um ticket médio R$ 100 abaixo do contabilizado no período, indicando novamente que os sites apostaram na redução dos preços.

Comparação anual

No comparativo com o ano passado, a JET verificou que, no Dia dos Namorados, os eletrodomésticos e itens de moda também ficaram à frente da venda de outros produtos, como livros, alimentos e bebidas e materiais cosméticos. O percentual de representação por setor de venda foi quase o mesmo: os eletroeletrônicos concentraram 70,7% das transações; moda e acessórios representaram 15,8%. E, mais uma vez, os tickets médios foram reduzidos por ofertas promocionais da data, o que beneficiou as vendas do nicho.

Com informações da JET

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?