pagamento mobile no Brasil

 

Pesquisa feita pelo Instituto IPSOS e Mercado Pago revela que o pagamento mobile no Brasil  já soma 45% das operações em 2015. O volume representa mais que o dobro do volume registrado em 2014, de 21%. Foram entrevistados 450 usuários no país.

Entre os pagamentos mais realizados pelos usuários brasileiros de smartphones estão: roupas e acessórios (59%), celulares (56%), eletrônicos (49%) e pagamento de contas (45%). A lista de desejos de outras categorias para comprar pelo celular inclui alimentos e bebidas (23%), turismo (20%) e educação (19%).

Com a cotação da BitCoin subindo sem parar e muitas soluções inovadoras prontas para o uso – entre elas ApplePay e Google Wallet – é possível criar mais que um simples atendimento aos desejos do usuário. Na Suécia, o governo já usa os sistemas de pagamento móvel para seus parquímetros, por exemplo. No varejo, as possibilidades só dependem da imaginação dos administradores.

Com o pagamento mobile é possível implantar sistemas de compras simples, rápidos e eficientes – seja através de aplicativos ou NFC (Near Field Connection). Para se ter uma ideia, no Reino Unido, as transações por NFC já respondem por uma a cada 10 compras, diz a Associação Nacional de Cartões. Em outubro de 2015 foram feitos 120,5 milhões de pagamentos desta forma, um crescimento de 3,7% em relação ao ano anterior. Por lá existe um limite para esta modalidade, de 30 libras – e o tíquete médio é de 7,35 libras.

Com informações da Jet

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?