Neste artigo vamos falar sobre como melhorar a experiência do usuário.

Nos últimos tempos, muitas empresas perceberam a importância de se preocupar com o usuário e a experiência que ele tinha ao comprar e usufruir dos seus produtos. 


Por conta disso, o mercado está sempre se adaptando.

E não poderia ser diferente, já que os hábitos de consumo dos usuários estão também em uma mudança constante.

Como percebemos, o número de usuários de dispositivos móveis vêm crescendo cada vez mais – não à toa, também aumentou a procura online por produtos e serviços e, principalmente, lojas virtuais, em diferentes plataformas.


O mercado e-commerce é um dos que mais têm crescido no Brasil.

E, por isso, devem também levar em consideração a experiência do usuário, para garantir que continue em expansão.

Quer saber como melhorar a experiência do consumidor? Confira o conteúdo!

Mas o que exatamente é a experiência do usuário?

Bom, a princípio o termo parece simples, não é mesmo?

Está relacionado à experiência que o consumidor tem ao comprar algum produto. Mas será que é só isso? 

O termo Experiência do Usuário vem de uma tradução do inglês, o User Experience, também conhecido como UX, como é popularmente tratado no Brasil.

Muito mais do que apenas pensar no momento da compra, quando uma empresa considera a questão da experiência do usuário, a marca também deve se preocupar em como o consumidor se sente ao navegar pelo seu site, blog ou qualquer outro canal.


E nesse ponto, são muitas as questões envolvidas.

Não estamos falando apenas da eficiência de uma página, mas também sobre como as informações estão divulgadas, se elas são fáceis de encontrar, se o layout é otimizado e tantas outras questões.

Por ser um fator ligado também ao emocional dos usuários, esse processo pode ficar um pouco subjetivo.

Isso porque se relaciona a forma que o usuário interage com o seu produto. 


Como melhorar a experiência do usuário

como melhorar a experiência do usuário

Mas o que exatamente compõe a experiência do usuário?

Este é um tema amplamente tratado em diferentes livros e artigos, sejam eles acadêmicos ou não. De qualquer maneira, vamos citar alguns dos principais elementos que você deve pensar:

  • Design: a estética, apesar de não ser o fator mais importante quando pensamos na experiência do usuário, com certeza é um determinante quando o indivíduo pensa em continuar na página que entrou ou então sair por não ser agradável de se olhar e, muitas vezes, por não ter uma escaneabilidade muito boa;
  • Usabilidade: ou seja, toda informação e conteúdo disposto em sua página deve ser útil. Ela funciona como um complemento ao design e precisa ser eficiente, para garantir a satisfação do usuário;
  • Conteúdo: fundamental para qualquer estratégia de marketing, o conteúdo é uma das principais maneiras de fazer com que o usuário se aproxime de diferentes marcas, além de ser a maneira mais natural de criar um relacionamento, passando mais confiança ao consumidor.

Nesse momento, você pode se perguntar se vale a pena investir em estratégias relacionadas à experiência do usuário dentro de qualquer segmento.

Bom, vamos dar um exemplo.

Imagine concorrentes na área de planos odontológicos. Enquanto um deles apenas disponibiliza os diferentes planos em suas páginas, o outro distribui conteúdos relevantes e com informações importantes, atraindo muito mais pessoas à sua página.

Pode ser que a grande maioria dessas pessoas não compre o produto final.

Ainda assim, eles sabem da existência dessa marca, sentem uma maior confiança nela, por conta dos conteúdos educacionais e, caso volte a ter um problema relacionado, sabe diretamente onde procurar.

Tudo isso parece muito complexo, não é mesmo?

Para facilitar, vamos dar algumas dicas sobre como melhorar a experiência do usuário no seu e-commerce!

Mas antes, não se esqueça! A experiência do usuário não é uma fórmula previamente estabelecida. Pelo contrário, ela está em constante mudança, exatamente porque assim são as pessoas e as tendências. 

Tenha um bom canal de comunicação

Um dos principais passos ao considerar a experiência do usuário, é ter um canal de comunicação eficiente.

Principalmente quando falamos de e-commerce, as respostas devem ser rápidas e certeiras.

O consumidor está em contato com o seu produto – e, consequentemente, com a sua empresa – apenas através de uma tela.

A probabilidade dele fazer qualquer outra coisa antes de finalizar a compra é muito grande.

Por conta disso, é importante você disponibilizar diferentes meios de contato para que o consumidor consiga falar com a empresa caso precise.

Isso vai desde telefone, WhatsApp, email, como também indicar quais são as principais redes sociais.

Mas não adianta ter todas essas informações em seu site se você demorar para responder, não é mesmo?

Afinal, você está dando um tempo extra para o seu usuário desistir de comprar o produto ou até mesmo ir para o concorrente.

E não é isso o que queremos!

Invista na descrição dos produtos

como melhorar a experiência do usuário

Muitos podem acabar se esquecendo disso, ou deixando de lado como se fosse uma tarefa secundária.

Entretanto, essa pode fazer uma grande diferença nas vendas.

Isso porque muitos clientes podem deixar de comprar o seu produto por não ter entendido muito bem o que é e nem quais são os principais benefícios.

Por conta disso, é essencial atentar-se a qualidade da foto que você tira dos seus produtos, assim como é interessante diferenciar em ângulos e luzes.

Da mesma forma, a descrição deve ser bem detalhada, especificando desde os materiais utilizados, como também as dimensões.

Da mesma forma que ao divulgar uma vaga de emprego, as empresas prefiram colocar também quais são os benefícios empresariais para chamar a atenção, você também deve colocar as principais vantagens do seu produto em relação aos outros.

Afinal, todas essas descrições fazem com que o usuário tenha uma experiência positiva, uma vez que as suas expectativas em relação ao produto serão atendidas.

Facilite o login e o checkout

Você já imaginou que muitas pessoas podem abandonando o carrinho de compras por conta dos empecilhos que encontra no meio do caminho – e que a própria empresa colocou, mas sem exatamente perceber?

Uma das principais facilidades que vemos atualmente é o cadastro em uma página através das redes sociais. Dessa maneira, o indivíduo não precisa perder tempo respondendo as mesmas informações várias vezes.

Outro ponto importante é a facilidade ao finalizar a compra.

O checkout engloba desde a finalização do carrinho, como o preenchimento de dados e o pagamento.

Quanto mais simples esse processo for, maiores são as chances da venda.

A intenção é que o consumidor conclua a compra o quanto antes, pois grande parte das compras são feitas no momento do impulso.

Se o processo for complicado e longo, vai dar tempo e oportunidade para ele abandonar o carrinho.

Da mesma maneira, é essencial que o seu e-commerce transpareça confiança e ofereça diferentes formas de pagamento ao cliente, aumentando a probabilidade do sucesso nas vendas.

Pronto para investir na experiência do usuário?

Tudo isso pode parecer muita coisa, não é mesmo?

Ainda assim, você pode ter certeza que os resultados dessa estratégia são positivos – e não demoram a aparecer!

Além disso, isso é um benefício para todos os lados.

Do lado do e-commerce, mais vendas vão começar a aparecer, tanto por conta do sucesso da estratégia, como também por indicações.

Na outra ponta, temos um consumidor satisfeito, que conseguiu realizar as suas comprar de uma maneira prática e eficaz.

É sempre importante lembrar que se uma pessoa tiver uma experiência negativa com uma marca, a probabilidade de voltar a ela quando precisar são baixas.

Além disso, também pode fazer reclamações que podem influenciar negativamente no seu negócio.

O jeito, então, é tentar entender da melhor maneira os seus clientes, para saber o que eles precisam e então atendê-los bem!

Conteúdo escrito por Letícia Eleutério | Produtora de conteúdo da Ideal Odonto

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?