Neste artigo vamos falar sobre 10 Growth Hacks para E-commerce.

 

Growth hacking, ou seja, hacks para crescimento, é uma expressão que se popularizou no universo do e-commerce. Mas fora o nome complicado, o growth hacks são dicas para ajudar no crescimento do negócio online e das vendas em sua loja virtual.

Falamos em hacks, mas o que vamos listar aqui são estratégias para ficar atento para que o e-commerce possa crescer, tanto em vendas, quanto em desempenho dentro do ambiente digital.

 

São dicas que parecem simples, porém muitos lojistas esquecem da importância destes para melhor o desempenho do e-commerce. Vale a pena rever o seu e-commerce para checar se todas os hacks que vamos listar estão devidamente configurados.

 

Como melhorar o crescimento do e-commerce?

Abrir o e-commerce não é a parte difícil. E sim fazer as vendas e continuar aumentando elas.

Muitos lojistas acabam atingindo um “teto” no crescimento do e-commerce e não sabem o que mais podem fazer para melhorar as vendas e continuar com o crescimento da loja online.

 

O nosso objetivo com este artigo não é trazer soluções milagrosas ou complicadíssimas, mas sim, estimular o empreendedor a olhar novamente a base da loja, o básico, para entender que se bem feito, estes hacks podem ajudar mais do que o imaginado.

 

10 growth hacks para e-commerce

Assista este vídeo do especialista em e-commerce Thiago Sarraf para mais dicas sobre growth hacks para e-commerce.

 

  1. Remarketing

Preocupados em conquistar novos consumidores todas as vezes, os lojistas esquecem dos consumidores que já visitaram a loja ou fizeram alguma compra.

 

Reconquistar a atenção de internautas que já visitar a sua loja ou fizeram compras nela, é mais fácil e barato do que tentar conquistar novos consumidores todas as vezes.

O remarketing é importante para que relembre o consumidor de algum interesse prévio, uma promoção direcionada ou oferta especial.

 

  1. Datas sazonais

As datas sazonais são grandes oportunidades de vendas e bons períodos para o e-commerce faturar e despachar produtos com saída menor.

 

Mas, para aproveitar 100% do que as datas sazonais têm a oferecer, é preciso se planejar com antecedência.

Por isso, não deixe de conferir o nosso Calendário E-commerce 2021 que possui as mais importantes e demais datas que sua loja virtual pode aproveitar.

Não perca também as diversas dicas que este calendário contém para você poder se planejar durante o ano todo.

 

Aproveite datas além de Black Friday para estimular vendas o ano todo.

Não precisa ser necessariamente apenas descontos em produtos, mas frete grátis, brindes e condições de pagamento diferenciadas que normalmente sua loja não oferece.

 

  1. Cobertura de estoque

Aproveitando o assunto das datas sazonais, não dá para vender ou fazer grandes vendas se a sua loja não tiver estoque.

O que decepciona o cliente, e faz o e-commerce perder dinheiro, é o anúncio de um produto que não tem mais. Por isso, antes de sair fazendo promoções ou oferecer condições, tenha um bom estoque de produtos.

 

Um estoque denso, com capilaridade e variedade atrai o consumidor e aumenta as possibilidades de venda.

Se a sua loja é nova, procure observar o e-commerce concorrente, os produtos disponíveis e os mais vendidos, para entender a variedade de mercado e o que pode ser oferecido.

 

 

  1. Ferramentas Google

O buscador mais utilizado, não dá para querer um negócio de sucesso se não utilizarmos de todas as ferramentas que este famoso buscador disponibiliza para o lojista online.

 

Diferente de lojas físicas que acaba tendo movimento de pessoas em frente ao local, variante à localização do seu comércio, a internet é um ambiente enorme e que oferece resultados exatamente daquilo que as pessoas procuram.

Por isso ferramentas como Google Meu Negócio, Google Analytics, Ads e Shopping são tão indispensáveis para o seu e-commerce.

 

Não deixe de fazer a configuração completa de todas elas, pois assim sua loja é melhor indexada, além de oferecer dados e números sobre o seu desempenho e resultados.

Confira neste vídeo Como utilizar o Google Shopping de forma gratuita.

 

 

  1. Velocidade de carregamento

Na era no qual o ser humano gosta de resultados rápidos, é preciso que sua loja possua também um carregamento rápido.

O brasileiro é um consumidor impaciente e se o e-commerce não oferece um carregamento dos produtos e fotos de forma veloz e fácil, ele desiste e vai para outra loja.

 

Evite subir fotos pesadas demais para não dificultar o carregamento, e também redirecionamentos desnecessários que só acrescentam segundos a mais na hora de mostrar sua home page.

Neste artigo falamos sobre como melhorar a velocidade de carregamento do seu e-commerce. Também não deixe de conferir ferramentas gratuitas que avaliam a velocidade da loja.

 

Visto que mais de 50% dos acessos, hoje em dia, são feitos via mobile e muitas vezes, via 3G, o e-commerce que não se adaptar perde vendas e não cresce.

A velocidade de carregamento, recentemente, se tornou um dos critérios para melhor indexação e posicionamento no Google, então vale a pena investir e revisar seu e-commerce.

 

  1. Abandono de carrinho

Um dos maiores problemas do e-commerce, o abandono de carrinho. São consumidores que colocam os produtos no carrinho e, por algum motivo, não finalizam as compras.

 

Existem diversos motivos para o abandono de carrinho acontecer em seu e-commerce.

Podemos falar em preço de frete alto, ou falta na clareza de informações até chegar no processo de checkout; bem como navegabilidade ruim do site; até mesmo processos longos e demorados demais são fatores que influenciam o abandono de carrinho.

 

É preciso estudar o comportamento do consumidor dentro do seu e-commerce para poder entender a razão pela qual ocorre o abandono e trabalhar em cima disso.

Não deixe de mandar e-mails, lembranças e até mesmo cupons de desconto para incentivar a finalização das compras.

 

  1. SEO e Conteúdo

Conteúdo bem feito e elaborado em seu e-commerce pode, além de convencer o consumidor a finalizar a compra, ajudar na indexação do Google.

 

A boa performance da busca orgânica é o grande objetivo das lojas online, pois dessa forma o negócio é encontrado de forma natural, sem precisar de grandes investimentos em marketing.

Realizar bons SEOs e conteúdo dentro de seu domínio pode ajudar a escalonar a loja para as primeiras páginas do Google.

Vale a pena revisitar seus produtos e o SEO da sua loja.

 

  1. Gestão

A boa gestão é a base para um negócio de sucesso.

Afinal, é através da gestão que seu e-commerce traça planos para crescer, identifica problemas e cria estratégias. É a base para fazer bem e acompanhar o negócio.

Para o lojista quem sofre com esta parte ou está perdido em como fazer o e-commerce crescer, temos a solução ideal. O MentoriaFit – Seu e-commerce em forma.

 

 

Além de aulas gravadas e ao vivo, esta mentoria conta com comunidades engajadas que compartilham conhecimento e ajudam uns aos outros. E o acesso é vitalício, para estar sempre por dentro do que há de novo no mercado.

 

  1. Feedback e Avaliação

Incentive o feedback e avaliações, não apenas de consumidores, mas também de conhecidos.

Olhares de fora oferecem uma nova perspectiva do negócio, além de poder apontar problemas que passou despercebido pelo empreendedor.

 

O feedback de clientes ajuda a melhorar a confiança de novos consumidores, mostrando a qualidade de produto, por olhos de outros compradores, e da confiança da loja em relação a entregar o que prometeu.

Ao realizar uma venda, lembre-se de enviar e-mails com pedidos para avaliação e feedback. Ajuda na reputação e é uma boa maneira de melhorar a loja.

 

  1. Metas e Métricas

“Se eu enxergo, eu alcanço”.

Colocar no papel, ou ter bem definido as metas do e-commerce ajudam a traçar ações e planos para alcançar estes objetivos.

As métricas ajudam a ver a evolução do negócio, o desempenho e entender o que pode ou não ser feito para atingir as metas.

 

Isso não apenas para o e-commerce, mas para a vida do empreendedor no geral.

É mais fácil nos dedicarmos quando temos em mente o objetivo específico e quando traçamos planos para alcançar este.

E manter o acompanhamento da evolução, para que de fato, vejamos evolução. Temos o péssimo costume de querer o objetivo grandioso em um curto período de tempo e não enxergar os menores.

O objetivo é faturar 1milhão de reais? Legal, quando iremos atingir os 10 mil? E os 100? 500? E assim por diante.

 

Growth hacks para e-commerce, ou seja:

Não precisamos pensar em ciência de foguete para poder melhorar as vendas e o crescimento da loja virtual.

O básico está sendo feito? Aliás, bem feito?

 

Em muitos dos casos é isso que falta para seu e-commerce crescer. Por isso não deixe de aplicar e revisar as 10 dicas de growth para e-commerce que listamos neste artigo.

 

Ainda tem dúvidas? Que tal agendar uma reunião na Consultoria Pontual?

Nos envie um email em contato@drecommerce.com.br ou no whatsapp (11) 3064-0340

 

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?