fbpx

Liberada a 42ª edição do webshoppers em 2020, vamos falar sobre o que aconteceu com o e-commerce em 2020.

Com certeza o cenário atual não foi previsto por ninguém, muito menos era esperado que chegasse as proporções que chegou aqui no Brasil.

.

Tivemos baixa nas vendas, seguido por uma das maiores altas em 20 anos de e-commerce, pandemia, distanciamento, fechamento de lojas físicas e o ano passou mais rápido do que esperávamos.

.

Assim, lançado os números da Webshoppers, podemos ter uma visão geral do que aconteceu em 2020 até então e o que será do mercado de e-commerce daqui para a frente.

Leia o artigo até o final para saber números e mudanças que ocorreram no e-commerce em 2020.

.

A experiência do consumidor

o que aconteceu com o e-commerce em 2020

.

O user experience ou experiência do consumidor nunca foi tão importante quanto agora.

Engana-se quem acredita que as coisas voltarão ao “normal” mesmo depois da pandemia, pois esta época obrigou mudanças no consumo que e no próprio consumidor que não retornará ao mesmo padrão de antes.

.

O relatório da Webshoppers apontou crescimento de 40% a mais de consumidores online.

Não para menos, com o fechamento das lojas físicas no início da pandemia, muitos consumidores foram obrigados a investirem nas compras online.

.

Especialmente quem tem membros da família mais velhos ou que eram resistentes às compras online puderam observar estes aderindo ao e-commerce, já que muitas lojas se encontravam fechadas.

.

Navegação e personalização

Pensando nestes novos consumidores, os e-commerces que apresentaram boas personalizações de loja, com fácil navegação e check out intuitivo se destacaram nas vendas.

.

E com certeza, conquistaram os novos consumidores que eram relutantes com as compras online.

.

Frete eficiente

Não é nem tanto sobre o frete grátis, mas sim sobre o frete eficiente. Valores justos por tempos de entrega justos que incentivam as compras.

A recente greve dos correios prejudica, de certa forma, o desempenho de muitas lojas pela própria insegurança do consumidor em relação à o que pode ocorrer com suas mercadorias.

.

No entanto, enquanto muitas lojas estiverem fechadas, fretes que façam sentido e que atendam às necessidades dos consumidores foram destaque na experiência de consumo.

.

Fechamento do carrinho

A hora de pagar e inserir dados pessoais e de cartão é o momento que mais assusta os consumidores, pela possibilidade de clonagem de informações.

As lojas que garantiram selos de segurança e facilitaram o check out com cadastros fáceis também ganharam destaque nas vendas.

.

Afinal, assim como compras em lojas físicas, o consumidor não quer ter que passar um tempão fornecendo dados pessoais à loja.

Por isso, o básico é o mais eficiente para melhoria da experiência.

.

.

Atendimento pós compra

Criar um relacionamento com o cliente é uma das tarefas mais difíceis do e-commerce.

Afinal, com inúmeras lojas existentes, além dos preços diversificados, é complicado convencer o cliente a comprar em seu e-commerce todas as vezes.

.

Contudo, não fique esperando apenas o cliente voltar.

Um bom atendimento pós compra pode melhorar a experiência do consumidor com a loja, além de demonstrar interesse nas preferências de cada consumidor.

.

Crescimento no faturamento

o que aconteceu com o e-commerce em 2020

.

O e-commerce cresce todos os anos e acredito que tenha potencial para crescer em taxa de 2 dígitos por outros 10 anos.

O crescimento deste primeiro semestre de 2020, no entanto, foi algo inesperado e que superou recordes.

.

Com uma taxa de 47% de crescimento, podemos ver o quanto de espaço o e-commerce ainda possuía para crescer.

Impulsionado por infortúnios, porém, foi uma oportunidade que o mercado online teve para crescer.

O mesmo vale para o crescimento do número de consumidores online, totalizando 41milhões de compradores online.

.

O que aconteceu com o e-commerce em 2020

.

O e-commerce transforma-se todos os anos e passa por mudanças tão rápidas quanto o lançamento de novos modelos de celular.

Abordados por um cenário totalmente novo e desemparado, o mercado de e-commerce presenciou crescimentos de 1 ano dentro de 1 semestre.

.

Crescimentos e faturamentos que superam datas comemorativas de grandes destaques como a Black Friday e o Natal, bem como um crescimento que não era esperado pelo andar da situação, no ano passado.

Essa foi a oportunidade de muitas lojas digitalizarem-se e utilizarem a força e influência do online para aumentar os pontos de venda, bem como para os consumidores a experimentarem as compras em e-commerce.

.

O que aconteceu com o e-commerce em 2020 foi que tivemos uma evolução em nosso crescimento, que com certeza será difícil de superar nos próximos anos, porém que abre caminhos para novos empreendimentos e novas experiências de compra online.

.

Deixe um Comentário

Abrir whastapp
Precisa de Ajuda?
Olá posso te ajudar?